DECISÃO ADMINISTRATIVA - NOVO CRUZEIRO - DESINCOMPATIBILIZAÇÃO